sábado, 11 de setembro de 2010

A política e a igreja...

Mesmo não frequentando nenhuma religião, não sendo todavia erege nem ateu, existem algumas coisas sobre as quais é preciso refletir, este vídeo é uma delas.



Temos ficado nesta campanha eleitoral, na discussão do que "eu fiz" ou o que "eu deixei de fazer". Não refletimos ainda sobre o que é realmente importante. Ao invés de pastores ficarem pedindo votos para seus candidatos favoritos dentro das igrejas, como vem acontecendo deveriam se preocupar com os problemas sociais que afligem as comunidades religiosas.

3 comentários:

  1. Acreucho, a história nos mostra que política, poder e religião não andam em sintonia e não combinam, de forma alguma mesmo. No Acre gerou-se um modismo de evangélicos, muitos alienados, inclusive, não abrindo os olhos para quase R$ 500 mil que vieram sabe-se lá Deus de onde para patrocinar uma "serva" de Deus, que vem sendo perseguida (eles realmente pensam isso). A justiça precisa ficar de olho, não precisamos de pessoas desse tipo.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza. Se todos tivessem o discernimento deste pastor do vídeo, certamente nosso país poderia ser um pouco melhor. Religião e política não combinam porque está escrito: Ninguém pode servir a dois senhores...

    ResponderExcluir
  3. Amadeu Salles Werneck20 de setembro de 2010 08:34

    Eles tem tornado a vida dos homossexuais um inferno em Brasília especialmente aqueles que esperavam que a homofobia fosse criminalizada ainda este ano... Já não bastasse terem atrapalhado o projeto de parceria civil engavetado desde 1997! É a ignorância e o fundamentalismo cristão emperrando leis que favorecem o cidadão na sua liberdade como um todo! Eles (os evangélicos) estão galgando postos cada vez mais altos e inclusive já tem até candidata a Presidente! O que é um pastor? Qual sua formação? Estuda pelo menos 12 anos de teologia como fazem os padres antes de celebrar missa? Claro que não! Em sua maioria ignorantes, sem escolarização ou semianalfabetos e o que é pior, chegando em levas cada vez maiores em Brasília para nos representar! Não voto em evangélico e conscientizo a todos p/ não votarem também!!!

    ResponderExcluir