segunda-feira, 25 de abril de 2011

Será?

Geraldo Alckmin é favorável às "prévias" pra decidir "quem é o candidato do partido à Prefeitura de São Paulo". Com certeza um candidato de consenso não haverá, visto que os tucanos estão mais rachados que pé de sertanejo.

O mesmo fenômeno acontece em Rio Branco, dentro do PSDB há duas correntes, a de Tião Bocalom e a de Márcio Bittar, ambos declarados "candidatos à prefeito pelo partido". Já houve ameaças de ambos os lados de mudar de legenda pra poder disputar, Tião já falou isso e Márcio  também. Como em São Paulo, é claro que em Rio Branco, não haverá candidato de consenso dentro do PSDB.

Tião Bocalom acha que deve ser o candidato, porque está sem mandato e foi muito bem votado nas últimas eleições para o governo, dando um susto em seu chará Tião Viana, na realidade dentro da Frente Popular do Acre, houve neguinho que quase borrou as calças no dia das eleições, a diferença foi tão pouca que quase mata os petistas do coração.

Márcio Bittar dá a entender que tem que aproveitar a boa onda e não deixar a peteca (sem trocadilho) cair, que seria o candidato natural para a Prefeitura de Rio Branco e dizem alguns colaboradores dele, que Bocalom não teria um "bom staf" pra administrar a prefeitura e uma má administração poderia colocar à perder a boa fase da oposição no Acre.

Se o medo de Márcio Bittar é esse, a solução seria muito simples, um acordo dentro do partido, para que Bocalom sendo eleito prefeito, as nomeações para as secretarias fosse escolhida em comum acordo, escolhendo para cada cargo, quem melhor tivesse condições de desempenhar a função e os apadrinhamentos fossem deixados de lado. Claro que isso é uma utopia, algo só da cabeça do Acreucho, coisa inexequível. Quem ganha quer colocar "os seus".

Vamos ver, Flaviano Melo tem mandato, Márcio Bittar tem mandato, Sérgio Petecão tem mandato, esses são "os caras" da oposição no Acre. E o Tião Bocalom? Não tem mandato!

Acho que o Tião Bocalom tem que cantar aquela música do Rei Roberto Carlos: "Eu não posso mais ficar aqui, a esperar...", ou a do Valdick Soriano "Eu não sou cachorro não..."!

Estão querendo queimar o filme do Bocalom ou é impressão minha?

3 comentários:

  1. Acreucho, estão fritando o Bocalom. Como toda nova eleição é um novo jogo, talvez, hoje, Bocalom estivesse mais preparado para enfrentar as urnas, porém, não irá a lugar algum sem o apoio de MÁRCIO, FLAVIANO, PETECÃO, LUIZ CALIXTO, JOÃO CORREA entre outros expoentes da oposição no Acre, ou seja, sem união não haverá como se conquistar a prefeitura, e se conquistar, não tem como adminitrá-la com "rachas".
    Cada partido tem o direito de lançar o candidato a qualquer cargo eletivo neste país. O PSDB no Acre lançará candidato a prefeito de Rio Branco, mais daí a dizer que este candidato é o candidato da oposição tem uma certa distância, temos o PMDB de Flaviano e João Correa, porém, como sabemos, Flaviano é craque em rifar candidaturas próprias, como já fez por diversas vezes. Cuidado para o PSDB não achar que é o "dono" da oposição, até porque como parlamentar Márcio não mostrou a que veio.

    ResponderExcluir
  2. Olha eu não sou de oposição e muito menos da tal situação(fpa). Mais ando diariamente nos bairros de Rio Branco, e como já disse o colunista Luiz Carlos Moreira Jorge; em cada dez(10) moradores da cidade oito(08), votariam ou votam em Márcio Bitar. E só os demais membros da oposição é que não querem enchergar o que tá bom para o eleitor. E cuidado pessoal da oposição, para o cavalo celado não passar e vocês ficarem chupando o dedo com cara de amêlias.

    ResponderExcluir
  3. Demóstenes Maçaranduba27 de abril de 2011 10:47

    Márcio Bittar e Petecão são dois vendidos, dizem ser oposição, mas não creio! Se fizeram de santos enquanto foi conveniente pra eles [queriam mesmo era apoio e carona na popularidade de Bocalom que é sim o melhor nome do PSDB-Acre], uma vez em Brasília, se bem conheço essas raposas políticas estão memso é fazendo lobby com diretrizes do partido p/ ferrar o nome do Bocalom, razão? Inveja! Só que vão se f***er pq Bocalom cresceu muito e nem o lobby que eles fazem contra em Brasília vai fazer o povo do Acre achar bonito eles terem se vendido à situação, ainda que por debaixo dos panos [grana grossa rolando, tá?!]

    ResponderExcluir