terça-feira, 9 de novembro de 2010

Angelim deveria recusar o "prêmio"!


O Prefeito de Rio Branco foi ao Rio de Janeiro, para receber diploma e a medalha de "destaque" nacional em desenvolvimento sustentável. Angelim recebeu o prêmio do Instituto Ambiental Biosfera e do Instituto Brasileiro de Estudos Especializados, como reconhecimento pelo trabalho desempenhado nas áreas de administração municipal. A premiação é outorgada levando em consideração os projetos e ações que foram implantados nas áreas de modernização administrativa municipal, meio ambiente, educação, saúde e bem-estar social.

Em relação à modernização administrativa municipal e ao meio ambiente, até concordo com o prêmio, mas, saúde, educação e bem-estar social, pra receber prêmios há muito o que caminhar em Rio Branco. Enquanto todos estão sorrindo nas fotos e se locupletando em viagens e mordomias, Rio Branco está assim:

Os moradores do Loteamento São Sebastião, na Sobral, fizeram protesto em frente das novas escolas, inauguradas ano passado pelo Governo da Floresta, querem melhores condições de estudo para seus filhos e os funcionários melhores condições de trabalho. O fedor do esgoto é insuportável. No verão a poeira sufoca os estudantes e no inverno eles se atolam na lama. Falo porque moro próximo e sei do que estou falando.
Esta "bela valeta" com esgoto à céu aberto está localizada em frente a duas escolas inauguradas  à  apenas 2 anos, os moradores contam que até crianças já caíram dentro da vala, correndo o risco de contrair doenças e de se machucar.

Nos dias quentes, quando a valeta cheia de esgoto dos bairros próximos pega o calor do sol e esquenta os detritos, é impossível para as crianças ficarem nas salas de aula, devido ao mau cheiro e as crianças sofrem tonturas e mal estar.

É uma vergonha que o governo e a prefeitura tenham construído duas enormes escolas e, deixado a rua em frente à elas nas condições em que se encontra esta "rua". 

Segundo Nelson Santo, Presidente da Associação de Moradores do Loteamento São Sebastião, a Prefeitura veio, raspou a rua, inclusive com a pretenção de colocar asfalto, mas, ninguém falou em canalizar a vala, por isso o protesto dos moradores. 
Ora, como pode o Prefeito Angelim estar ganhando prêmios em relação ao meio ambiente, educação, saúde e bem-estar social, quando nossos estudantes e moradores da periferia tem que aturar este tipo de coisa. Que tipo de bem-estar social é esse? Que tipo de educação é essa? Que tipo de meio ambiente é esse?

2 comentários:

  1. Cleocionélio Thomas Pinto10 de novembro de 2010 17:31

    Esse premio tinha de ser dado a população que tem de atura-lo ainda até 2012... É cada uma hein, ticontar viu...

    ResponderExcluir
  2. Somayra Catigléucia10 de novembro de 2010 17:34

    Tinha de pegar a lesma do Angelim e jogar dentro desse valão fedido num daqueles dias de calor insuportável, tipo 38, 39 graus... he he he... Ele tomaria um banho de humildade e cairia na real!!! he hehe he... Xô gente do mal, larguem do poder, o povo não quer mais voces!!! kkkkk!!!

    ResponderExcluir