quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Suspensas aulas em Goiânia para comício de Lula


De Bruno Rocha Lima e Marília Assunção do jornal O Popular, de Goiás:

No afã de proporcionar uma recepção grandiosa ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva em sua visita a Goiânia hoje, a Secretaria Municipal de Educação suspendeu as aulas das escolas municipais nos períodos vespertino e noturno.

O motivo oficial são os possíveis transtornos com as alterações no trânsito da cidade - restritas à região central - mas O POPULAR apurou que as escolas serão utilizadas como pontos de concentração para o transporte de populares até o comício do presidente Lula, marcado para as 16 horas na Praça Cívica.

O ato da Prefeitura servirá como argumento para o PSOL solicitar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que reconsidere pedido de liminar suspendendo os shows previstos no evento e tome medidas contra a utilização do poder público para supostos fins eleitorais. O TRE negou ontem concessão da liminar alegando a inexistência de provas materiais.

O partido vai utilizar como prova o Ofício Circular nº 77/2009 da Secretaria de Educação, enviado às unidades de educação no dia 10 de agosto e direcionado aos “diretores das escolas municipais e dirigentes dos Centros Municipais de Educação Infantil”. O documento, com timbre da pasta, é assinado pela secretária Márcia Pereira Carvalho.

“Considerando a grande popularidade de nosso presidente da República, por todos os locais em que a comitiva passar haverá grande concentração de pessoas e veículos, com a previsão de mudanças no trânsito e nas rotas de ônibus”, justifica a secretária Márcia no ofício.

“Desta forma, com intuito de evitar transtornos aos pais e alunos para buscar seus filhos nas instituições, comunicamos que no dia 13/08 deverá haver aulas apenas no turno matutino.”

Contudo, os diretores e professores da rede municipal foram instruídos a enviarem aos pais convite para participarem do comício, oferecendo transporte que sairá da porta das escolas.

A reportagem teve acesso a dois desses convites. O da Escola Municipal Percival Xavier Rebelo, no Setor Novo Horizonte, informa que o ônibus sairá às 14h30 e o retorno está previsto para as 18 horas. Pede aos interessados que devolvam o bilhete assinado confirmando a presença na coordenação da escola até a manhã de hoje.

A Escola Municipal Olegário Moreira Borges, no Jardim Presidente, fez um convite mais festivo. Chama os pais para participarem da “Festa da Moradia”, anunciando uma “grande festa, com discursos, show sertanejo e muito mais!”. Avisa que são apenas 50 vagas disponíveis no ônibus e a inscrição deve ser feita na secretaria da escola.

O POPULAR também apurou que haveria uma orientação da Educação às cinco subsecretarias regionais da pasta no sentido de mobilizar pais de alunos e comunidade em geral para irem à Praça Cívica acompanhar o evento. A meta, segundo um professor que atua em uma unidade na Região Noroeste da capital, é de que cada regional leve mil pessoas à Praça Cívica.

“Estão claramente utilizando o poder público para fins eleitorais”, critica o vereador Elias Vaz (PSOL), um dos autores da representação no TRE contra o prefeito Iris Rezende (PMDB) e o governador Alcides Rodrigues (PP). “O mais absurdo é que o Município vai prejudicar várias mães que têm de trabalhar e não poderão contar com a escola para deixarem seus filhos”, afirma Elias.

Acreucho: Como diria Bóris Casoi: Isto, é uma vergonha! Parar as escolas de uma cidade do tamanho de Goiania! Sinceramente, para o próximo ano, durante a campanha eleitoral, seremos testemunhas de "verdadeiros absurdos", podem ter certeza.

Um comentário:

  1. Archibaldo Antunes14 de agosto de 2009 18:23

    Meu querido Jorjão, seu blog continua ótimo. Vou usar a informação do Saerb na próxima edição da coluna Prisma, na segunda-feira. É claro que citarei a fonte. Grande abraço.

    ResponderExcluir