terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Doa, à quem doer III

As cartas estão postas... A solução para a oposição ainda será a união, pregarei isso até me cansar... Até os cabeça duras dos líderes dos partidos entenderem que não podemos desperdiçar uma oportunidade como esta de vencer uma eleição majoritária, depois de muitos anos e muitas derrotas. Quando entenderão que precisamos aproveitar a oportunidade enquanto a Frente Popular está fragilizada numa batalha interna pelo poder entre PT e PCdoB? Não temos tempo para nos divertir com "balhões de ensaio" soltados ao vento. A candidatura da Frente Popular com Marcus Alexandre não nos assusta, não faz cócegas na oposição, ele não tem qualificação política para uma disputa dessas e não se elegem mais "postes" neste Estado. Porém, se a Deputada Federal Perpétua Almeida entrar mesmo na disputa a coisa muda de figura, não digo que a oposição não possa ganhar, mas, será muito mais difícil...

Mais uma vez apelo para o bom senso (se houver) coletivo da oposição, União Já!

Fernando Melo da Costa: Não há como se eleger, mesmo com a ajuda de Sérgio Petecão e do Flaviano Melo, a transferência de votos é muito difícil, está nesta parada por que colocaram ele lá e ele de bobo não tem nada... Está fazendo mídia para a próxima para Federal, pretendendo substituir o Flaviano que está de olho no Senado... Os dois podem quebrar a cara e ficar sem mandato, pois, a grande possibilidade para substituir o Aníbal Diniz é o Deputado Gladson Camelli.

Luiz Calixto : Meu amigo Luiz também busca nova oportunidade para voltar à ALEAC, não acredito que uma raposa inteligente como ele imagine que possa se eleger Prefeito de Rio Branco, pelo menos no panorama atual. É um cara sério, bem intencionado e que tem lutado muito pelo nosso Acre. Seria a meu ver um excelente prefeito para Rio Branco, competência não lhe falta.

‎Leôncio Castro Absoluto: é um jovem que tem o desejo de se lançar na política, sério e capaz só que está tentando um vôo o qual suas asas não lhe dão sustentação. Será o candidato da moçada das baladas, que o conhecem bem e que certamente o elegeriam vereador, mas, prefeito não há condições...

Tião Bocalom: Bocalom tem todas as condições, tem cacife eleitoral e competência de sobra para assumir e administrar bem a prefeitura. Porém, precisa se abrir um pouco mais, ampliar seus horizontes e acima de tudo conhecer seus inimigos políticos. Ele os tem até dentro do seu próprio partido. Precisa compreender que é necessário negociar, política é negociação. Não conseguirá vencer sozinho e poderia fazê-lo já no primeiro turno se chamasse seus pares da oposição para uma conversa franca, daquelas que arrepiam até o diabo, mas, que precisa ser conversada.

Creio que podemos levar esta eleição, porém, não cometeria o erro de menosprezar o adversário que mesmo combalido com as lutas internas é perigoso. Caso a Deputada Federal Perpétua Almeida resolva mesmo entrar na disputa o perigo dobra, por que mesmo que a oposição fosse unida "poderia" haver segundo turno.

Converso diariamente com as pessoas nos mais diversos lugares de nossa cidade e sei das reais possibilidade de levarmos essa eleição, só precisamos deixar de firulas e pensar no coletivo ao invés de alimentar a "fogueira das vaidades".

Nenhum comentário:

Postar um comentário