quarta-feira, 11 de agosto de 2010

1º Round!


Dedé, meu amigo, voce perdeu as estribeiras!

Quem não sabe que o Demóstenes é ferrenho defensor da Frente Popular? Qualquer pessoa sabe disso, mas, na profissão a que se dispos a trabalhar, tem que aprender que não pode manipular a opinião pública. Este tipo de revide, com agressões físicas é algo deplorável. O candidato entrevistado, pode dizer o que quiser, quem tem que se defender das acusações que ele fizer são os acusados. Se por acaso o jornalista se sentir ofendido pessoalmente, deve simplesmente encerrar a entrevista e pronto.

Todo mundo sabe que o candidato João Correia "não tem papas na língua" e, em geral, sabe o que está dizendo. Demóstenes não tinha nada que defender o pessoal do governo das críticas de João Correia, nem se irritar com isso, como jornalista, tinha que ouvir e ficar calado, tinha que ser apartidário e imparcial, perguntando apenas "se o candidato tinha provas do que estava dizendo",  defender o governo é missão de outras pessoas. Mas, a gente sabe que os jornalistas por aqui, são pressionados e que disso, da defesa dos interesses da Frente, pode depender inclusive o emprego deles, lembrem-se do caso que aconteceu com o Washington Aquino, que foi expurgado da mesma emissora porque criticava o governo.

Faltou ética jornalística para o Dedé e experiência.

O que aconteceu é algo que não pode se repetir, sob pena de se instaurar a desordem, se todo mundo que se sentir ofendido partir pra porrada o negócio vai ficar "mais feio do que já está na segurança pública".

Será que teremos que colocar um policial militar fazendo a segurança nos programas de entrevistas com candidatos?

A verdade é a seguinte: entrevistas com candidatos de oposição em geral são insonsas e falam apenas de generalidades, já com candidatos da Frente Popular são cheias de mesuras e verdadeiros monólogos em que só o entrevistado fala, discorrendo sobre suas qualidades.

Fico imaginando a situação do jornalista Demóstenes Nascimento, sabendo que tem que entrevistar candidatos de oposição e que precisa desviar os assuntos polêmicos que possam prejudicar de alguma maneira a Frente Popular. Ele deve ter recebido "instruções" precisas: "olha quando esse povo vier aqui, mantém a conversa no trivial, sem polêmicas", senão...

Desculpe amigo Dedé, mas, o que se faz no Acre, não é jornalismo, é venda de jornal!

4 comentários:

  1. Esse Demóstenes é muito puxa saco do PT, Ele assumiu aqui a secretária de Comunicação em Senador Guiomard não aguentou um mês e o mesmo pediu demissão, deveria estar com medo de perder as mamatas do PT, é um verdadeiro jornalista feito nas coxas, nem ler sabe direito, gagueja mais que tudo...
    Aproveita Dedé e entra pro pro-jovem, poronga, mobral.....

    ResponderExcluir
  2. Eu duvido se fosse com o Deputado Mazinho como ele tinha levado uma surra pra deixar de ser covarde.

    ResponderExcluir
  3. Paula Tejando de Sena-Mad11 de agosto de 2010 14:48

    Que coisa feia para FPA! Demóstenes aquele projeto mal-acabado de jornalista é uma vergonha para a classe, e ele é só a ponta do iceberg. Que venha toda a culpa, vergonha e desprezo recair sobre a FPA que é um covil de lobos imundos, despreparados para a crítica e, o pior, sedentos por perseguição. Digam NÃO à ditadura partidária dos Viana, digam NÃO A ESSE SISTEMA EXCLUSIVO e anti-democrático onde mais ninguém pode manifestar-se contrário aos lambe-botas do Palácio Rio Branco, enfim em Outubro digam NÃO em frente à urna eletronica e aí sim poderemos respirar aliviados depois de 12 anos de 'cala-boca', socos e pontapés.

    ResponderExcluir
  4. João Correia ganhou meu voto nessa.

    ResponderExcluir